Menu

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus

Dia 01 de Janeiro , iniciamos um novo ano e logo no Inicio já com essa grande festividade que nos alegra no inicio do ano, Santa Maria Mãe de Deus, aquela que se dou,que entregou seu sim a Deus, sem medo algum, Ela queria apenas fazer a vontade de Deus, que se cumprisse o o que tinha sido dito pelos profeta " a Virgem conceberá e dará à luz um Filho, cujo nome será Emmanuel"



" Homilia do Santo Padre o Papa Bento XVI na Solenidade de Santa Mãe de Deus"

No primeiro dia do ano, a divina Providência reúne-nos para uma celebração que todas as vezes nos comove pela riqueza e pela beleza das suas correspondências: o fim de ano civil encontra-se com o ápice da oitava de Natal, na qual se celebra a Divina Maternidade de Maria, e esta coincidência encontra uma síntese feliz no Dia Mundial da Paz. À luz do Natal de Cristo, apraz-me dirigir a cada um os meus melhores votos para o ano que acaba de iniciar. Dirijo-os, em particular, ao Cardeal Renato Raffaele Martino e aos seus colaboradores do Pontifício Conselho "Justiça e Paz", com especial reconhecimento pelo seu precioso serviço. Dirijo-os de igual modo ao Secretário de Estado, Cardeal Tarcisio Bertone, e a toda a Secretaria de Estado; assim como, com profunda cordialidade, aos Senhores Embaixadores presentes hoje em grande número. Os meus votos fazem eco aos votos que o próprio Senhor acabou de nos dirigir, na liturgia da Palavra. Uma Palavra que, a partir do acontecimento de Belém, reevocado na sua concretitude histórica pelo Evangelho de Lucas (2, 16-21), e relido em todo o seu alcance salvífico pelo apóstolo Paulo (Gl 4, 4-7), se torna bênção para o povo de Deus e para toda a humanidade.
Queridos irmãos e irmãs, penso que a Virgem Maria tenha feito várias vezes esta pergunta: por que Jesus quis nascer de uma jovem simples e humilde como eu? E depois, por que quis vir ao mundo numa estrebaria e receber como primeira visita a dos pastores de Belém? Maria recebeu plenamente a resposta no final, depois de ter colocado no sepulcro o corpo de Jesus, morto e envolvido em panos (cf. Lc 23, 53). Então compreendeu inteiramente o mistério da pobreza de Deus. Compreendeu que Deus se tinha feito pobre por nós, para nos enriquecer com a sua pobreza cheia de amor, para nos exortar a travar a avidez insaciável que suscita lutas e divisões, para nos convidar a moderar a ansiedade de possuir e assim estar disponíveis para a partilha e para o acolhimento recíproco.

Digamos a Maria: acompanha-nos, celeste Mãe do Redentor, durante todo o ano que hoje começa, e obtém-nos de Deus o dom da paz para a Terra Santa e para toda a humanidade. Santa Mãe de Deus, Rogai por nós..
Maria tú que és Esposa, Virgem e Mãe... Intercedei por mim por minha vida vocacional, e por todos aqueles que precisam do dom da PAZ.

Bem Aventurada és tu Maria em geração em geração

domingo, 26 de dezembro de 2010

A igreja celebra hoje:Santo Estêvão

Santo Estêvão

São Estevão, protomártir da fé Cristã,ou seja, ele foi o primeiro mártir de toda a história católica.e um dos mais reverenciados de todos os mártires. Estefan é um nome obviamente grego e tem sido postulado que ele era um Helenita, significando os judeus que nasceram em uma terra distante de Palestina e que falavam grego como sua língua nativa. Contra esta teoria, temos a tradição que começou no seculo 5° que São Estevão era um nome equivalente do Aramaico "Kelil", talvez o nome original de São Estevão, o qual foi escrito na sua tumba encontrada em 415. Que São Estevão teria origem judaica ficou mais patente ainda na lista dos decanos nos "Atos dos Apóstolos"(6:5) onde lista apenas Nicolau como sendo da Antiópia, o que significaria que os demais diáconos seriam judeus. Virtualmente nada se conhece de sua vida antes de ser convertido. A primeira menção a ele de fato ocorre nos Atos quando ele é escolhido para ser um dos sete diáconos dos Apóstolos e tem a missão de trabalhar com os pobres.São Estevão foca a sua atenção nos convertidos Helenistas e dá uma prova de grande pregador, com o dom de descrever o poder da graça e o poder de fazer milagres.Seu martírio foi contado nos Atos e ocorreu porque ele acabou tendo uma posição proeminente como pregador e trouxe a inimizade de um grupo de judeus em Jerusalém. Levado a presença de Sanhedrin ele se defendeu com paixão e eloquência (Atos 7:2-53) mas não fez nada para suavizar a ira dos seu inimigos. Foi arrastado para fora da cidade e apedrejado até a morte de acordo com a Lei Mosaic.

As ultimas palavras de São Estevão foram:"Jesus, meu Senhor receba meu espirito".


domingo, 19 de dezembro de 2010

4º Semana do Advento

"Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho"


A vela que Acendemos : Vermelha

Ultima semana do Advento, o Domingo que antecede o natal do Senhor,e nesse domingo o Evangelista Mateus vem relatar MARIA À BELÍSSIMA ESPOSA, Ela que pelo seu Sim trouxe ao mundo, Aquele que iria salvar cada um de nós, que por nossos pecados se deu numa Cruz.
No Evangelho de hoje vem narrar a origem de Jesus Cristo,deixa bem clara a origem humana e Divina que Deus se encontra com a Humanidade que se faz ser humano pra chegar próximo de nós.
O Evangelista também nos traz a proposta de reflexão sobre a figura de São José. No versículo 19, nos fala que José tinha a pretensão de abandonar Maria, em segredo. Na noite seguinte, José recebeu a visita do Anjo do Senhor que o disse: "José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo.Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo de seus pecados”. Por isso, também devemos considerar este fato como fundamental para o plano de salvação de Deus por nós. Houve uma Intervenção de Deus naquele momento, para que a vinda de Jesus à terra fosse dada.Devemos ser como José, ter a disponibilidade de ouvir a voz de Deus,de ouvir a voz que ressoá em nossos ouvidos, que vem nos dizer vem e Segue-me.Deus que é o Emmanuel que ja ressalta aqui no Evangelho que é Deus conosco, Ele sempre estará e sempre teve com cada um de nós ele sempre será Emmanuel em nossas Vidas, portanto devemos nos revestir deste Espírito Santo, que vem sempre em nosso auxílio. Que nas situações difíceis, possamos sempre ouvir a voz de Deus, nos dirigindo e guiando sobre o melhor caminho.
E que nesse Natal preparemos o nosso coração pois, o Menino Deus irá nascer.

"UMA VELA SE ACENDEU NESSE MOMENTO,
E A QUARTA DA COROA DO ADVENTO"

sábado, 18 de dezembro de 2010

Padre Gilberto Maria Defina

Biografia do Pe. Gilberto - 1925 a 2004


Pe. Gilberto Maria Defina, sjs, nasceu em 02 de agosto de 1925 na cidade de Ribeirão Preto, SP. Filho de família católica, desde pequeno já ajudava na Igreja Nossa Senhora do Rosário, dos Padres Claretianos, situada nesse município, bairro de Vila Tibério. Aos 12 anos e meio entrou para o Seminário Menor na cidade paulista de Rio Claro, onde cursou o Ginásio e Colegial. Estudou também, por um ano, em Campinas, SP. Em 1943 mudou-se para a capital de São Paulo, onde cursou Filosofia e Teologia no Seminário Central do Ipiranga.

Padre Gilberto foi ordenado sacerdote em 03 de dezembro de 1950 por D. Manuel da Silveira D’Elboux, Bispo da Diocese de Ribeirão Preto. A cerimônia ocorreu na Catedral local, que o acolheu como vigário paroquial ao lado do Cônego Jaime Luis Coelho. Nesse período e por 4 anos, o fundador da Fraternidade Jesus Salvador exerceu diversas atividades, dentre as quais a de professor no Seminário Menor da Diocese de Ribeirão Preto e Diretor do jornal “Diário de Notícias”.

Em 02 de fevereiro de 1955, Pe. Gilberto tomou posse na Paróquia de São Simão Apóstolo, na cidade de São Simão, Estado de São Paulo, onde foi pároco por 12 anos. Por essa ocasião, ao ser instalado o Cabido Metropolitano de Ribeirão Preto, foi designado Cônego da Catedral. A pedido do Arcebispo, assumiu em 1967 a tarefa de Assistente Espiritual da Comunidade de Seminaristas da Província Eclesiástica da Arquidiocese de Ribeirão Preto, apesar de nessa época já estar residindo na cidade de São Paulo. Nesse mesmo período, fundou na capital paulista, com outros colegas sacerdotes, a FAI (Faculdades Associadas Ipiranga), onde exerceu por vários anos a função de Diretor.

Em 1991 Pe. Gilberto foi recebido no Clero da Arquidiocese de São Paulo. Em 1993, juntamente com alguns leigos, fundou a Fraternidade Jesus Salvador, dando início em 1994, na Diocese de Santo Amaro, em São Paulo, SP, aos Institutos Missionários Servos e Servas de Jesus Salvador. Em 17 de setembro de 1994, dia em que Seminário e Convento foram erigidos canonicamente pelo Bispo Diocesano Dom Fernando Antonio Figueiredo, Pe. Gilberto tornou-se religioso, proferindo os votos perpétuos. Além de Filosofia e Teologia, ele também possuía títulos acadêmicos em Letras e Direito Civil.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

O Carisma da Fraternidade Jesus Salvador

O Carisma é o Louvor de Deus

O carisma da Fraternidade Jesus Salvador é o Louvor de Deus sob todas as suas formas - a litúrgica em primeiro lugar – e, como conseqüência desse Louvor, a procura de santificação pessoal e comunitária, através da consagração ao Espírito Santo, Deus-Amor. O amor que o Espírito Santo derrama nos corações dos membros da comunidade os torna participantes do carisma javista e orienta todas as suas forças para o Louvor de Deus.
“Louvar a Deus é a primeira obra e essencial tarefa do Servo e da Serva de Jesus Salvador. Está intrinsecamente ligada ao caráter oracional da Fraternidade. Primeiramente oramos, depois colocamo-nos, pela força da oração, em missão. Se o louvor não brotar de nossos corações, descaracteriza-se e deixa de existir a Fraternidade Jesus Salvador, seus membros e sua atuação. Este louvor nada mais é do que pura expressão de gratidão ao Deus-Amor e idêntico empenho nosso em sua obra de renovação de cada criatura e de todo o mundo. Todos os nossos atos e movimentos se resumem no Louvor de Deus e o que não serve para o seu louvor ou o impede, deve ser afastado do nosso meio. Tudo o que possa contribuir para o Louvor de Deus, deve ser utilizado, sem reservas, como seu instrumento”, expicava Pe. Gilberto, sjs, que ao longo de sua vida foi testemunha dessa missão delegada por Deus à obra por ele fundada.
No Louvor de Deus estão implícitos toda a Adoração, o Agradecimento e o Amor que lhe são devidos como Divindade Una e Trina. O que leva a comunidade javista a este constante louvor divino é a procura do “Único Necessário” em suas vidas; é estar com Deus e nele mergulhando, vivendo, respirando e existindo. Em nossos tempos, aqueles que se dedicam ao louvor do Senhor concretizam o Seu Reino, antecipam a glória celestial e são inundados pelo clarão do Espírito Santo que vem renovar a face da terra. É por meio desse louvor que nos advém, pelo Espírito, todo o bem, salvação e cura, toda a graça de Deus.
Como necessária forma de louvor, a Fraternidade Jesus Salvador firma-se na tríplice devoção da Santa Eucaristia, do Divino Espírito Santo e da Santa Virgem Maria. O Louvor de Deus é apresentado, principalmente, através de formas da Sagrada Liturgia e para deixar isso em evidência, Pe. Gilberto afirmava: “Nossa Fraternidade sempre empregará e usará de todo o esplendor litúrgico para tal louvor a Deus. Em tudo o que fazemos, buscamos o Louvor de Deus, onde quer que nos encontremos ou estejamos, cumprindo assim o mandato de nosso Senhor de em todas as circunstâncias dar graças. Em tudo reconhecemos a ação divina, e tributando ao Senhor o louvor que lhe é devido, estamos agradecidos, por meio de nosso corpo e alma, cumprindo o gesto dos mais pequeninos, pois é da boca das crianças que brota o perfeito louvor, capaz de confundir nossos adversários e reduzir ao silêncio nossos inimigos".

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Fraternidade Jesus Salvador

SALVISTAS uma Grande Obra de Louvor a Deus

A Fraternidade Jesus Salvador, com sede na Zona Sul da cidade de São Paulo, SP, foi fundada em 1993 pelo Pe. Gilberto Maria Defina, sjs. Seu carisma é o Louvor de Deus, sob todas as suas formas - a litúrgica, em primeiro lugar. Esse louvor tem como conseqüência a procura de santificação pessoal e comunitária, sob a ação do Espírito Santo, cultuado através da espiritualidade Salvista, que encontra seu embasamento nos aspectos fundamentais da Renovação Carismática Católica – RCC. “Isso porque acreditamos na Efusão ou Batismo no Espírito Santo, conforme promessa do Senhor Ressuscitado (At 1,5) e disso damos testemunho em todo tempo e lugar”, afirmava Pe. Gilberto, falecido em 05 de dezembro de 2004.

A Fraternidade Jesus Salvador é uma grande família do povo de Deus, formada por 3 ramos: o Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador, o Instituto Missionário Servas de Jesus Salvador e os Servos Evangelizadores do Reino - SER (Ordem Terceira - Leigos), e um movimento de jovens chamado Juventude Javista. Todos vivendo sob o mesmo carisma, espiritualidade e apostolado, o que garante a unidade e a inspiração de toda a obra de Jesus Salvador.


"Você jovem .. Ja pensou em ser Padre?? Entre em contato com o vocacional salvista..Entre no site e confira.. Venha viver esse louvor à Deus.

www.salvistas.com.br

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Santa Luzia Virgem e Mártir

Dia 13 de Dezembro dia de Santa Luzia


Santa Luzia, cujo nome deriva do latim, é muito amada e invocada como a protetora dos olhos, janela da alma, canal de luz.
Conta-se que pertencia a uma família italiana e rica, que lhe deu ótima formação cristã, ao ponto de Luzia ter feito um voto de viver a virgindade perpétua. Com a morte do pai, Luzia soube que sua mãe queria vê-la casada com um jovem de distinta família, porém pagão. Ao pedir um tempo para o discernimento foi para uma romaria ao túmulo da mártir Santa Ágeda, de onde voltou com a certeza da vontade de Deus quanto à virgindade e quanto aos sofrimento por que passaria, como Santa Ágeda.
Vendeu tudo, deu aos pobres e logo foi acusada pelo jovem que a queria como esposa. Santa Luzia, não querendo oferecer sacrifício ao deuses e nem quebrar o seu santo voto, teve que enfrentar as autoridades perseguidoras e até a decapitação em 303, para assim testemunhar com a vida, ou morte o que disse: "Adoro a um só Deus verdadeiro, e a ele prometi amor e fidelidade".
Somente em 1894 o martírio da jovem Luzia, também chamada Lúcia, foi devidamente confirmado, quando se descobriu uma inscrição escrita em grego antigo sobre o seu sepulcro, em Siracusa, Ilha da Sicília. A inscrição trazia o nome da mártir e confirmava a tradição oral cristã sobre sua morte no início do século IV.
Mas a devoção à santa, cujo próprio nome está ligado à visão ("Luzia" deriva de "luz"), já era exaltada desde o século V. Além disso, o papa Gregório Magno, passado mais um século, a incluiu com todo respeito para ser citada no cânone da missa. Os milagres atribuídos à sua intercessão a transformaram numa das santas auxiliadoras da população, que a invocam, principalmente, nas orações para obter cura nas doenças dos olhos ou da cegueira.
Diz a antiga tradição oral que essa proteção, pedida a santa Luzia, se deve ao fato de que ela teria arrancado os próprios olhos, entregando-os ao carrasco, preferindo isso a renegar a fé em Cristo. A arte perpetuou seu ato extremo de fidelidade cristã através da pintura e da literatura. Foi enaltecida pelo magnífico escritor Dante Alighieri, na obra "A Divina Comédia", que atribuiu a santa Luzia a função da graça iluminadora. Assim, essa tradição se espalhou através dos séculos, ganhando o mundo inteiro, permanecendo até hoje.
Luzia pertencia a uma rica família de Siracusa. Sua mãe, Eutíquia, ao ficar viúva, prometeu dar a filha como esposa a um jovem da Corte local. Mas a moça havia feito voto de virgindade eterna e pediu que o matrimônio fosse adiado. Isso aconteceu porque uma terrível doença acometeu sua mãe. Luzia, então, conseguiu convencer Eutíquia a segui-la em peregrinação até o túmulo de santa Águeda ou Ágata. A mulher voltou curada da viagem e permitiu que a filha mantivesse sua castidade. Além disso, também consentiu que dividisse seu dote milionário com os pobres, como era seu desejo.
Entretanto quem não se conformou foi o ex-noivo. Cancelado o casamento, foi denunciar Luzia como cristã ao governador romano. Era o período da perseguição religiosa imposta pelo cruel imperador Diocleciano; assim, a jovem foi levada a julgamento. Como dava extrema importância à virgindade, o governante mandou que a carregassem à força a um prostíbulo, para servir à prostituição. Conta a tradição que, embora Luzia não movesse um dedo, nem dez homens juntos conseguiram levantá-la do chão. Foi, então, condenada a morrer ali mesmo. Os carrascos jogaram sobre seu corpo resina e azeite ferventes, mas ela continuava viva. Somente um golpe de espada em sua garganta conseguiu tirar-lhe a vida. Era o ano 304.
Para proteger as relíquias de santa Luzia dos invasores árabes muçulmanos, em 1039, um general bizantino as enviou para Constantinopla, atual território da Turquia. Elas voltaram ao Ocidente por obra de um rico veneziano, seu devoto, que pagou aos soldados da cruzada de 1204 para trazerem sua urna funerária. Santa Luzia é celebrada no dia 13 de dezembro e seu corpo está guardado na Catedral de Veneza, embora algumas pequenas relíquias tenham seguido para a igreja de Siracusa, que a venera no mês de maio também.


Visitem nosso Site http://www.matrizsantaluzia.com.br

domingo, 12 de dezembro de 2010

3º Domingo do Advento

Domingo da Alegria... A vela que Acendemos : ROSA

Alegremo-nos todos no Senhor, pois Ele está próximo! O Advento nos pede uma preparação digna, plena de motivações, para esse acontecimento tão significativo. A Palavra de Deus exorta-nos a expressar nossa alegria, pois o Senhor está para chegar! “Alegra-te, cheia de graça, porque o Senhor está contigo” (Lc 1, 28), diz o Anjo a Maria. A causa da alegria na Virgem é a proximidade de Deus. E o Batista, ainda não nascido, saltará de alegria no seio de Isabel, ante a proximidade do Messias. A alegria é ter Jesus, a tristeza é perdê-lo.

Podemos estar alegres se o Senhor estiver verdadeiramente presente na nossa vida, se não O tivermos perdido, se não tivermos os olhos turvados pela tibieza ou pela falta de generosidade. Quando, para encontrar a felicidade, se experimentam outros caminhos fora dAquele que leva a Deus, no fim só se acha infelicidade e tristeza. A experiência de todos os que, de uma forma ou de outra, voltaram o rosto para outro lado (onde Deus não estava), foi sempre a mesma: verificaram que fora de Deus não há alegria verdadeira. Encontrar Cristo, ou tornar a encontrá-Lo, é fonte de uma alegria profunda e sempre nova.

O cristão deve ser um homem essencialmente alegre. Mas a sua alegria não é uma alegria qualquer, é a alegria de Cristo, que traz a justiça e a paz, e que só Ele pode dar e conservar, porque o mundo não possui o seu segredo.

A alegria do mundo procede de coisas exteriores: nasce precisamente quando o homem consegue escapar de si próprio, quando olha para fora, quando consegue desviar o olhar de seu mundo interior, que produz solidão porque é olhar para o vazio. O cristão leva a alegria dentro de si, porque encontra a Deus na sua alma em graça. Esta é a fonte da sua alegria. A alegria do mundo é pobre e passageira. A alegria do cristão é profunda e capaz de subsistir no meio das dificuldades. É compatível com a dor, com a doença, com o fracasso e as contradições. “Eu vos darei uma alegria que ninguém vos poderá tirar” (Jo 16, 22), prometeu o Senhor.

A nossa alegria deve ter um fundamento sólido. Não se pode apoiar exclusivamente em coisas passageiras: notícias agradáveis, saúde, tranqüilidade, situação econômica boa, etc., coisas que em si são boas se não estiverem desligadas de Deus, mas que por si mesmas são insuficientes para nos proporcionarem a verdadeira alegria.

Ide e Proclamais a todos .. Que o Senhor está pra Nascer...

sábado, 11 de dezembro de 2010

Nossa Senhora Guadalupe

Dia 12 de Dezembro a Igreja A igreja celebra dia de Nossa Senhora De Guadalupe

A virgem de Guadalupe também conhecida como Nossa Senhora Guadalupe é uma santa Mexicana, patrona daquela cidade sendo também considerada como patrona de toda América Latina além de ser a Imperatriz América. Conta a história que a Virgem Maria surgiu para um índio muito humilde em uma aparição no ano de 1953 mês de dezembro, dia 9. tal aparição ocorre em uma pequena tribo chamada Nahua. O índio que teve a visão se chamava Juan Diego Cuauhtlatoatzin.

História

História

Juan Diego teve a visão onde a Virgem de Guadalupe dizia ser a mãe de Deus e designou o índio a avisar ao bispo que este deveria construir ali um santuário para ela, sendo que sua imagem foi impressa de forma milagrosa em um tecido chamado tilma, de baixa qualidade, que poderia se deteriorar em pouco tempo mas persiste até os dias atuais. Juan Diego recebeu a beatificação no ano de 1990 e a canonização no ano de 2002, sendo assim ele torna-se um santo católico de origem indígena, o primeiro entre os índios americanos.

Nossa Senhora Mãe de Guadalupe Rogai Por Nós!!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Amizade que cujo o Alicerce é Deus...

Um grande dia onde pude ver a essência da amizade fluir em mim...

O Valor de uma amizade é algo que ultrapassa todo o nosso limite, revigora nossas forças. Pois a verdadeira amizade é presente de Deus e é n’Ele que as revigoramos. Queria aqui expressar, de um modo concreto, a alegria de ter vocês na minha vida, mas o que vale mesmo, é o forte e puro sentimento que existe no meu coração. É o amor no meu peito, que é algo tão forte, algo que Deus capacitou em mim, para que assim então eu confiasse em vocês.

Esse dia 08/12/10 vai ficar marcado pra toda eternidade em minha vida.. Pois senti a amizade de vcs bater mais forte em mim.Tudo que sentimos em nossas vidas devemos expressar pois é algo único, sempre louvo a Deus por ter confiado vcs em minha vida, por ter escolhido a melhor parte , VCS....

Passamos por tantas coisas juntos não é verdade? Passamos por Dificuldade, alegrias, anseios, Vitórias, Derrotas, mais tudo isso, por um motivo maior: a Salvação. Pra que um dia nossa amizade seja alcançada ao Infinito do Céus.

Quero deixar aqui uma unica frase pra vcs, que acima de qualquer coisa estaremos sempre juntos..

"ONDE EU ESTIVER NESTE MUNDO ESTAREI LIGADO A VCS

ATRAVÉS DA COMUNHÃO"


Pra sempre em minha vida... Obrigado por vcs confiarem em mim... Obrigado por vcs acreditarem em mim.


domingo, 5 de dezembro de 2010

2º Semana do Advento


Convertei-vos. Está próximo o Reino dos céus!
Vela que acendemos: Verde

Nesta segunda semana João Batista vem nos Exortar à Conversão do nosso coração, uma nova vida ,pois nessa semana Ele ressalta sobre vinda do Senhor.Esta Conversão passa pelo processo de saber escutar a voz de Deus que clama no Deserto que nos chama a Conversão,Devemos aprender a mudar de rumo, mudar o caminho, a ir ao caminho certo, ir ao encontro daquele que irá nascer.
Nesta segunda semana a Igreja nos convida a uma nova vida a uma mudança de direçao, a nos reconciliar com Deus e com o próximo, e isto, por meio do sacramento da confissão.
Contudo devemos preparar o Caminho , preparar nosso coração pro Menino Deus que irá nascer, ser exemplo vivo de fé, devemos olhar e ver nossas enfermidades e pedir que o Senhor n
os Cure na Reconciliação que nos traz a Alegria e o Acolhimento.



Nesta segunda semana , bate à porta da nossa consciência a voz de João Batista, aquele que veio preparar a primeira vinda de Cristo: “Convertei-vos! (…) Preparai o caminho do Senhor, endireitai suas veredas!” (Mt 3,2-3).

domingo, 28 de novembro de 2010

1º Semana do Advento

Vela que acendemos: Vela de Cor Roxa


hoje dia 28 de Novembro de 2010 iniciamos na Igreja de todo mundo um novo ano Litúrgico, o ano A e logo começamos também a semana do advento,onde se totaliza em 4 semana que antecipa o Natal do Senhor, o Nascimento daquele que veio pra salvar toda Humanidade .. O Nascimento do Menino Deus.
E Nesse tempo a Igreja tem um Símbolo semanal, que utilizamos em cada semana " A COROA DO ADVENTO", As velas que em cada domingo e acendida é mais uma semana que se aproxima do Natal.
Cada cor tem seu respectiva Semana ...A Vela que é Lâmpada para nossos pés e luz para nosso passos vem como um fundamento de ser Luz ao Mundo.
Nessa Primeira semana do Advento Jesus nos Exorta A Vigilância , Que é o dos Temas Principais do Tempo do Advento, Que devemos estar sempre Com olhos Fixo naquele que irá Nascer.
Natal do Senhor devemos preparar a manjedoura que é nosso Coração..

Portanto, ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor.

domingo, 21 de novembro de 2010

Festa de Cristo Rei: Dia do Leigo



  1. No domingo 21 de novembro a Igreja do Brasil celebra, juntamente com a festa de Cristo Rei, o Dia do Leigo. Assim se fecha o ciclo do ano litúrgico e toda a comunidade é chamada a refletir - antes de começado o tempo do Advento e a preparação para o Natal –sobre a identidade e missão desses homens e mulheres – os cristãos leigos - que formam a imensa maioria do Povo de Deus e são a esperança da Igreja.O documento de conclusões da Conferência de Santo Domingo, de 1992, assinado por todos os bispos da América Latina e do Caribe faz uma afirmação central que demarca o futuro não só dos cristãos leigos, mas também da Igreja à qual os mesmos pertencem.Afirma claramente no seu n. 97 que : "As urgências do momento presente na América Latina e no Caribe reclamam: que todos os leigos sejam protagonistas da nova evangelização,da promoção humana e da cultura cristã."Mais adiante, é ainda o mesmo documento de conclusões que proclama, ao definir os leigos como linha pastoral prioritária: "...uma linha prioritária de nossa pastoral ,fruto desta IV Conferência,há de ser a de uma Igreja na qual os fiéis cristãos leigos sejam protagonistas. " O compromisso que toda a Igreja da América Latina toma no sentido de uma nova evangelização no entender do documento,só poderá ser levado a bom termo com a formação de um laicato bem estruturado com uma formação permanente,maduro e comprometido . A nova evangelização, segundo os bispos reunidos em Santo Domingo,só poderá ser levada efetiva e seriamente a cabo "se os leigos,conscientes de seu batismo,responderem ao chamado de Cristo a que se convertam em protagonistas da nova evangelização".Parece claro portanto que a Igreja da América Latina não deseja mais centrar suas forças formadoras e pastorais apenas ou mesmo principalmente sobre o clero e os religiosos mas, pelo contrário, tenciona investir com entusiasmo e força na formação deste laicato,que constitui a grande maioria de seus membros. E para que isso aconteça está disposta a colocar os meios, assumindo-os como linha pastoral prioritária,confiando-lhes ministérios e serviços dentro do corpo eclesial e promovendo-os constantemente.Além disso,está disposta a reconhecer as lacunas e falhas que possam ter havido na formação destes mesmos leigos ao longo dos tempos. Fala-se claramente no documento em "leigos nem sempre adequadamente acompanhados pelos Pastores" ,"deficiente formação", etc. Ao mesmo tempo se afirma que "os fiéis leigos comprometidos manifestam uma sentida necessidade de formação e de espiritualidade"; " os pastores procurarão os meios adequados que favoreçam aos leigos uma autêntica experiência de Deus" . Coloca-se como linha pastoral principal "incentivar uma formação integral,gradual e permanente dos leigos".Todas estas constatações não se originam, no entanto, do oportunismo de uma instituição que se assusta com a queda de nível da formação de seus quadros nem com a possível diminuição quantitativa de seus efetivos. Originam-se, sim, ao invés, de uma constatação de base que não provém da lógica humana,mas é apenas assimilada por revelação do próprio Deus: a de que todo o povo de Deus recebe do Senhor mesmo o chamado à santidade. Afirmada enfaticamente não só pela Sagrada Escritura, como também, mais recentemente, pelo Concílio Vaticano II, especialmente na Constituição Lumen Gentium, essa constatação permite ver e conceber a Igreja, na sua totalidade, segundo aquilo que é comum a todos os fiéis. A intenção do Concílio é, aí, "mostrar o que é comum a todos os membros do povo de Deus, antes de qualquer distinção de ofício e de estado particular, considerado o plano da dignidade da existência cristã."Mais ainda. Toda esta eclesiologia nova e total inaugura uma diferente convicção profunda: a de que este chamado maior e primordial a todo um povo é inseparável da possibilidade de assumir e fazer acontecer o desafio eclesial imenso de uma nova evangelização e que nele estão incluídos também os fiéis leigos. Em relação a estes, os pastores se sentem responsáveis, no sentido de ajudá-los a desenvolver sua vida de fé até o desabrochar pleno de uma autêntica santidade cristã.A formação do laicato, portanto, tem sido uma preocupação constante da Igreja do continente e mesmo do mundo inteiro, no sentido de poder oferecer ao mundo cristãos leigos adequadamente preparados para responder aos desafios da sociedade e do momento atual.Neste sentido, são numerosos os Centros de formação que começam a crescer, sedesenvolver e espalhar-se pelo país e pelo continente, colocando à disposição dos leigos possibilidade de retiros espirituais e outras experiências de crescimento na fé e na vida do Espírito; cursos de teologia onde possam aprender mais profundamente as verdades de sua fé; cursos de formação política, onde possam unir e fecundar mutuamente fé e cidadania, espiritualidade e política, aprendendo e refletindo juntos sobre a maneira transformadora de agir sobre a realidade.Assim, a Igreja vai poder adquirir sempre mais o rosto plural e rico que desde os primórdios do Cristianismo vem constituindo o sonho de Jesus Cristo. Na festa de Cristo Rei o leigo é chamado uma vez mais a assumir uma identidade que é a sua: uma identidade crística. E isto vai significar, cada vez mais, recriar hoje e sempre a história de Jesus de Nazaré, de forma inovadora e adequada à personalidade de cada um, à cultura e aos tempos.Sendo , portanto, um batizado, o leigo não é nem nunca foi nem será cidadão de segunda categoria na Igreja, consumidor apenas dos bens espirituais e eclesiais. Mas cidadão pleno, participante ativo, depositário de um ministério que o faz atuar com e como Cristo.Neste Domingo de Cristo Rei, quando a Igreja do Brasil celebra o Dia do Leigo,todos os batizados são chamados a renovar seu compromisso batismal. Assim estarãoproclamando que Jesus Cristo é o Rei do Universo e se dispondo a recriar suas atitudes e seus gestos, amando com um coração semelhante ao seu.
Por Maria Clara Lucchetti Bingemer

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Significações do Símbolo da Fraternidade

Significações do Símbolo da Fraternidade Jesus Salvador


1. Triângulo equilátero - Santíssima Trindade do Pai, Filho e Espírito Santo. Deus Uno em Divindade e Trino em Pessoas. Igualdade de perfeição e de amor incriados e infinitos. Onipotência. Onipresença. Onisciência. Bastante em Si mesmo. Família divina. Comunidade única. Modelo e inspiração da família e da comunidade salvista. PROVIDÊNCIA SANTÍSSIMA.

2. Pomba - Espírito Santo, Patrono da Fraternidade Jesus Salvador. Cultuado na Fraternidade através de espiritualidade própria, que se utiliza dos elementos fundamentais da RCC. Em vôo picado, sobre a Humanidade de Jesus, gerando-O no seio virginal de Maria, para a salvação do mundo

3. Anel externo - Maria, Mãe de Deus e dos filhos e filhas de Deus. Nossa Senhora de Pentecostes, Padroeira da Fraternidade Jesus Salvador. Encarnação. Gestação. Proteção. Maternidade divina. Seio materno, abrigando o Filho.

4. Anel interno - Jesus. Verbo de Deus encarnado. O Único Necessário em nossas vidas. Yeshuá = Jesus Salvador = Jesus. Jesus e nós. Somos Um. Eucaristia. “O Iesus, vivens in Maria, venit et vive in me!”: “Ó Jesus, vivendo em Maria, vem e vive em mim!” (prece antiga).

5. Raios - Em número de sete: perfeição e caridade provindas do Espírito de Jesus. Carismas e dons. Frutos do Espírito Santo de Deus. Toda a Família Salvista (padres, seminaristas, religiosos, religiosas e leigos). Família Salvista em unidade e fraternidade, iluminando toda a Terra e exercendo seu caráter missionário. Descendência fulgurante.

6. Círculo externo - Englobando o triângulo, a pomba, os anéis e os raios. A sociedade, a Igreja, o Brasil e o Mundo sendo iluminados e renovados pela ação evangelizadora e missionária dos salvistas. Os familiares, padrinhos, madrinhas, demais benfeitores e amigos dos membros da Fraternidade Jesus Salvador, colaborando com esta Obra de Evangelização

sábado, 6 de novembro de 2010

Vocação - Decisão


Vocação, decisão minha ou escolha de Deus?

Como é difícil entender os planos de Deus para as nossas vidas.. Muitas vezes queremos não escutar a voz de Deus por MEDO.. Sim MEDO de enfrentar e ser feliz nos planos que Ele escolheu para nós.E ai resolvemos escolher a nossa vocação , pois escolhendo não teríamos medo de sofrer.Mais você acha que escolhendo o que Deus quer voçê vai sofrer?
Você escolhendo uma vocação que não vem do agrado de Deus, no começo pode dar tudo certo, mais depois vem a infelicidade,vem a angustia e vem o MEDO, Sim o MEDO de não ser feliz como queria.
Vocação é uma decisão unica que quando vem de Deus, e uma Decisão certa.E mesmo assim quando vem de Deus não é um mar de Rosas, enfrentamos por aprovações , MEDOS, inquietações, mais Deus sempre estará no nosso lado.
As pessoas se acomodam com que os outros falam:
- Há você tem vocação pra ser doutora porque você tem essas qualidades.E a pessoa de tanto ouvir isso coloca em seu coração que tem vocação pra doutora, Mais será que ela perguntou pra Deus se é isso que ele sonhou pra ela?
Por isso venho colocar uma Frase aqui nessa Postt: Escute a Voz de Deus, Não escute a Voz do homem....
E falando em Vocação ...Nossa Senhora foi Mulher Fiel na sua Vocação.Vocação Esta que se deu por escolha de Deus.Você poderia imaginar, se Maria tivesse dito não aos Planos de Deus?
Como escutar a Voz do Senhor? È preciso ter Fé, Sede,Fidelidade a Deus, e Comunhão, Paciência e Silençio para que assim Deus falei em seu Coração aquilo que ele tanto sonhou pra nós

Por isso o Senhor te Chama.

Qual será a sua resposta? E sua escolha?

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Festa dos Estados


Esta Chegando não percam....
Dia 16/10/2010 acontecerá no Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador a festa que todos os anos acontece .... A FESTAS DOS ESTADOS.. onde voc
ê pode experimentar comidas típicas de todo estado do Brasil.
Você que morava em outro estado e esta com saudades da seu prato favorito, venha matar essa saudades...
A Festa começará após a Santa Missa de Cura e Libertação que terá inicio as 14:30 com um dos padres Salvistas.

Não perca e venha experimentar Nossos Pratos Tipicos.... e aproveite pra louvar a Deus nesta Festa da alegria....

domingo, 10 de outubro de 2010

Vida.. Ato Sublime de amor

DIGA SIM Á VIDA E NÃO AO ABORTO

Ele está VIVO!
Ele está vivo em teu ventre, mãe!
Ele, como tu, é um ser divino!
Como tu, ele vem de Deus.
Como, pois, privá-lo da vida?
Como tirar-lhe o direito de nascer?

"Como é triste saber que muitos jovens estão desgastados ... Como é triste ver um jovem
com uma imagem que transparece tristeza, odio, rancor, e ate mesmo olhar e ver nele sentimento de culpa por ter participado de uma negligencia que leva a dizer SOU ASSASSINO (a).
Uma vida é um ato sublime de amor que nos leva a felicidade, como uma pessoa pode ter um sentimento de tirar uma vida; 'pois essa vida não vai trazer alegria, vai nos trazer infelicidade , vai ocupar o lugar,ou até mesmo um peso nas nossas vidas...'
Nós Cristãos devemos te a mente convicta que a vida gera alegria, felicidade constante, devemos dizer não ao Aborto.
Muitos caso de familias que os pais obrigam seus filhos adolescente abortar... TIRAR UMA VIDA, MATAR, SER CRUEL,pois eles não querem que as pessoas se escandalize com seus filhos,pois eles vão ser pai na adolescência,ou até mesmo vergonha por sua filha ser Mãe solteira, então a familia opta pela MORTE.Se eles soubessem o crime que essas pessoas estão cometendo.'AH NEM È UMA VIDA AINDA È APENAS UM FETO' Hipócritas, um feto é vida.
Um exemplo: Um pai gostaria de ver um filho no crime? matando, usando droga?È claro que não jamais eles querem que seus filhos ande no CRIME.. Da mesma forma é a droga derrepente a pessoa não dá conta que esta obcecado pela droga e acaba se entregando a essa vida, não tem mais sonhos não pensa em mais em nada so em drogas e acaba apodrecendo no pecado que leva a morte, porque muitas pessoas vivem mais estão mortas sabe porque?Porque a vida pra elas não tem sentindo.. Por isso eu digo o melhor vicio que eu tenho é que eu fico bebado .. Sim bebado mais de amor por CRISTO.. tenha você também esse vicio.
O exemplo que quero passar é que do mesmo jeito que eles não querem seus filhos no crime eles deveriam dizer não ao aborto,porque da mesma forma que uma pessoa assassina um Homem e da mesma forma que eles estão tirando vida de uma criança inocente que que vim ao mundo e ver o rosto de seus pais...."
Caro Leitor seja sempre Favor a Vida ....
MARCELO SANTOS

O aborto não é, como dizem, simplesmente um assassinato. É um roubo... Nem pode haver roubo maior. Porque, ao malogrado nascituro, rouba-se-lhe este mundo, o céu, as estrelas, o universo, tudo. O aborto é o roubo infinito."

Mario Quintana


terça-feira, 22 de junho de 2010

É tão ruim...

Pequei contra o Céu e contra Ti!


Porque ferir o coração Dele, se foi ele que morreu por nos...
O Meu coração lateja de dor por destratar o Senhor...
Porque erramos?Porque ferimos?Como é ruim destratar o nosso amado.
Ele sempre quer nosso bem sempre estar a sorrir quando precisamos de um
sorriso....
É tão bom Olhar pro Céu e saber que tem alguém que olha por mim...
O meu Coração esta com cede de Deus... Senhor Perdoa por aqueles que naum creem naum adoram naum te espera e naum te ama...
Senhor quando pecamos ferimos teu coração te crucificamos mais uma vez... Se sabemos disso porque pecamos....Meu Amadoooo Perdoa pelas vezes que destratei a Ti.....
Senhor Pequei conta o Céu e Contra ti......

Eu te amoO senhor.... quero viver sempre pra te adorar...

Eu Creio em teu amor..

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Vocação Ato Sublime de Amor!!

Um Chamado.....

Vocação devemos entender que é uma Doação de si próprio pelo Chamado de Cristo..Cada um de nos temos uma vocação especifica, que Deus Chama e devemos responder nosso SIM.Nossa Primeira vocação antes de tudo é o amor...Depois de buscar nossa primeira vocação devemos ir em busca da nossa vocação especifica que cada um de nós temos e devemos descobrir...
E como descobrir nossa Vocação?
Deus chama através de pessoas, acontecimentos, situações de sofrimento, da oração, de diferentes modos. Não se trata de uma nova vocação, mas a vivência da vocação batismal de maneiras diferentes.O chamado é que é algo original.
Quanto tipos de Vocação exite?
De acordo com o Catecismo da Igreja Católica, existem sete tipos de vocação:
- Vocação da Humanidade
- Vocação dos Leigos
- Vocação para a Castidade
- Vocação para o Amor
- Vocação para o Apostolado
- Vocação ao Casamento
- Vocação Sacerdotal
Devemos buscar a nossa vocação.... Em todos os casos de vocação, percebe-se que Deus chama quem Ele quer e que o chamado não depende das nossas qualidades, méritos ou fragilidades. Seja qual for o chamado para a nossa vida, ele acontece por causa do povo de Deus e esta eleição se manifesta no dia a dia.
Cada um de nos devemos ter um vocação.... vc Jovem ja descobriu a sua....?
Eu ja descobri e sou realizadoo... Sou Vocacionado a Igreja de Deus...
A palavra “vocação” vem do verbo latino vocare, que quer dizer “chamar”. A Igreja afirma que todo ser humano é vocacionado e eleito por Deus com a finalidade da realização plena da pessoa humana. Mas como identificar e responder a este chamado?
A vocação é sempre vista como um serviço aos outros, como doação direta de amor e gratuidade. Ela pode ser dividida de duas formas: vocação fundamental e vocação específica.

"Muitos São Chamados e poucos o Escolhidos" Mateus 22,14


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...